Walter relembra interesse do Flamengo e vê empate como um bom resultado

Gazeta Press

O Corinthians igualará a pontuação do Flamengo na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro com uma vitória neste domingo, no Maracanã. Para o goleiro Walter, no entanto, um eventual empate com a equipe carioca não pode ser considerado um mau resultado.

“Time grande tem que brigar lá em cima. Mas, ainda mais em um campeonato tão embolado, um empate não é ruim. Se perder, sim, você cai várias posições. O que mais interessa é somar pontos”, analisou o substituto de Cássio – o titular corintiano se prepara com a Seleção Brasileira para a Copa do Mundo.

Dos 60 jogos de Walter a serviço do Corinthians, três foram contra o Flamengo, todos pelo Campeonato Brasileiro. Ele esteve em ação em uma derrota por 1 a 0 em 2013, em uma vitória por 3 a 0 em 2015 e em um empate por 2 a 2 em 2016.

“A média é mais ou menos. Fiz quatro pontos em nove”, sorriu Walter, disposto a melhorar. “É jogo de torcida grande, então devemos entrar bem concentrados para fazer o nosso papel. Tendo uma marcação perfeita e trabalhando bem a bola, podem ter certeza de que sairemos com o resultado positivo”, acrescentou.

Para obter ao menos um empate, Walter não se importa em ser bastante exigido no Maracanã, com os atacantes corintianos trabalhando menos. “É a precisão que interessa, e não a quantidade de chutes. No ano passado, finalizávamos pouco também. De duas a três chances, uma era gol”, argumentou.

A missão deverá mesmo ser complicada neste final de semana, já que o adversário faz boa campanha no Campeonato Brasileiro. “Devemos neutralizar bem o Diego, que é um baita jogador. O Diego Alves é um goleiro que pega muito também. Vamos ver os mínimos detalhes do que eles fazendo de errado para ir em cima”, concluiu Walter.

Interesse rubro-negro
Acostumado à reserva de Cássio, Walter comumente é visto como um goleiro com potencial para ser titular de outros grandes clubes do Brasil, como o Flamengo. “Houve alguma coisa na época em que o Muralha foi para lá. Mas não passou disso”, minimizou.

Compartilhar
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
5 views

Deixe uma resposta