Reunião após jogo contra o Vitória vai definir futuro de Jair no Santos

Jair Ventura está garantido como treinador do Santos. Pelo menos até este domingo (3), quando a equipe enfrentará o Vitória, às 16h, na Vila Belmiro, para tentar deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Embora tenha certo prestígio com o presidente José Carlos Peres, a situação de Jair ficou complicada internamente após a

O grupo aguarda o retorno de Peres, que chefia a delegação da seleção brasileira em Londres. Ele ficaria na Europa até o dia 10 de junho, mas o momento político conturbado do Santos obrigou o presidente a antecipar o retorno, previsto para depois do amistoso entre Brasil e Croácia, neste domingo, em Liverpool.

Mesmo com os maus resultados, não há um consenso de que a troca de treinador seja inevitável, já que Ventura é um investimento do clube para esta temporada – para tirá-lo do Botafogo, em janeiro, o Peixe arcou com multa de R$ 800 mil. Seja para manter ou demitir, a decisão precisa obrigatoriamente passar por votação do Conselho Gestor.

O Santos não vence há cinco jogos. Foram quatro derrotas e um empate, somando Brasileirão, Libertadores e Copa do Brasil. Faz também quatro partidas consecutivas que o ataque alvinegro não anota um gol sequer.

Questionado na Arena da Baixada sobre o futuro na Vila Belmiro, após o revés para o Atlético, Jair Ventura rechaçou um hipotético pedido de demissão. “O meu elenco vai dar uma resposta melhor, como deu no Paulista, na Libertadores, e também vamos dar no Brasileiro. Essa gestão acredita no trabalho em longo prazo. Pode ter certeza de que aqui não tem ninguém covarde para pedir demissão.”

Compartilhar
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
5 views

Deixe uma resposta