Mina desagrada e puxa lista de dispensas do Barcelona

Foram apenas seis meses, mas tempo o suficiente para uma avaliação negativa do Barcelona sobre Yerry Mina. O zagueiro colombiano desagradou o treinador Ernesto Valverde e já foi colocado no mercado, segundo apurou o UOL Esporte,. A possibilidade de empréstimo é grande. A venda só vai acontecer em caso de proposta em cerca de 12 milhões de euros, o valor pago ao Palmeiras pela contratação em janeiro. Além do defensor, outros cinco jogadores do Barça estão no mercado – Vidal, André Gomes, Lucas Digne, Denis Suárez e Alcácer

A análise é de que Mina tem boa qualidade técnica e facilidade para participar do esquema de saída de bola com os pés, uma marca do Barcelona. No entanto, os erros de posicionamento e o insucesso demonstrado em vários duelos de mano a mano pesaram contra o defensor.

A contratação de Mina não foi um pedido de Valverde. A urgência aconteceu por conta da inesperada saída de Javier Mascherano ao futebol chinês.

Para a próxima temporada, o Barcelona já tem acerto com o zagueiro francês Lenglet, do Sevilla. A multa do jogador pedido por Valverde é de 35 milhões de euros e, assim que paga, deve implicar na saída de Mina.

Na reta final do Campeonato Espanhol, já com o título do Barcelona garantido, os zagueiros titulares Umititi e Piqué foram poupados. Foi quando Mina teve chance como titular em quatro partidas – contra Real Sociedad, Levante, Celta de Vigo e Getafe. O colombiano jamais agradou.

Na única derrota da competição, o 5 a 4 para o Levante, Mina fez partida ruim e foi duramente criticado em jornais na Catalunha. No “Mundo Deportivo, por exemplo, a atuação teve nota 2.

A hipótese de manter Mina no elenco é baixa. O ideal é encontrar um time da primeira divisão da Espanha para emprestá-lo. Recentemente, o zagueiro recebeu sondagens do futebol português.

Quem segue caminho igual ao de Mina é o português André Gomes. De maneira desesperada, o Barcelona busca um clube interessado, ao menos, em empréstimo. Já Vidal, Denis Suárez e Alcácer serão negociados em caso de novas contratações.

Compartilhar
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
163 views

Deixe uma resposta